Imagem capa - Fotógrafo registra o seu próprio casamento por Brownie41
Projetos Fotográficos

Fotógrafo registra o seu próprio casamento

Adriano Cardozo é fotógrafo, especializado em casamento, com quase 200 casamentos na carreira e com experiência em casamentos do tipo ”destination wedding” e ”elopement wedding”.

Para quem não sabe, ”destination wedding” é quando o casal decide realizar o seu casamento junto com a lua de mel longe do lugar onde residem, em outra cidade ou país . A possibilidade de realizar uma cerimônia diferente, com um grupo seleto de familiares e amigos, em um lugar paradisíaco ou romântico tem se tornado cada vez mais popular entre os noivos. 

 ”Elopement”  é uma palavra inglesa, não escolhida por acaso, para definir um tipo de casamento mais intimista, onde só os noivos participam. Em inglês, “elope” significa “fugir” e, por isso, determina os casamentos em que os noivos se casam de maneira secreta ou longe da família.

Adriano havia sido contratado para fotografar um ”destination wedding” em Las Vegas, nos EUA. O convite despertou uma curiosidade sobre casar fora do país. Adriano e sua esposa Dri estão juntos há muitos anos, mas não haviam casado oficialmente. Os dois tinham o sonho de casar. Pronto! Surgiu então, a ideia de fazer um ”elopement wedding ”  e casar de verdade.  E para ser mais especial, Adriano resolveu fotografar o seu próprio casamento.

“A gente conta história toda semana. Eu achei que tinha que contar a minha também.”
— ADRIANO CARDOZO



Em 2015, a fotógrafa Liisa Luts também registrou o seu próprio casamento. Mas o que nos chamou a atenção para o casamento do Adriano e Dri foi a linguagem utilizada, a preocupação com a estética, o registro de momentos perfeitos por diversos ângulos e o seu planejamento. Se o fotógrafo não divulgasse que as fotos foram feitas por ele, poderíamos imaginar que ele havia contratado uma equipe.




“Foi um grande desafio. Fotografar um casamento já é difícil. Fotografar o próprio casamento é mais difícil porque a emoção toma conta da gente.”
— ADRIANO CARDOZO



Eles haviam planejado casar no dia 10 de outubro. A ideia dos noivos era casar nas montanhas, na cidade de Utah. Mas como em qualquer casamento, imprevistos acontecem e quando chegaram nos Estados Unidos, souberam que a neve tinha chegado antes.  O que poderia ser desespero para muitos, para eles foi uma surpresa boa. Eles nunca tinham visto neve e casar com essas condições seria maravilhoso.

Em um ”elopement” esses imprevistos são mais fáceis de resolver já que temos só o casal e pouquíssimos fornecedores. Eles tiveram que adiar em um dia o casamento, porque no dia 10 a montanha estava fechada por conta de uma nevasca. Após alguns ajustes, como sapato da noiva, o resto correu como planejado e a neve de certa forma ajudou o fotógrafo.


Ok ! Mas, como o fotógrafo conseguiu esse resultado com vários ângulos de cobertura? Bem, ele contou em primeira mão para a Escola Brownie41.

Do ponto de vista técnico, o fotógrafo visitou o local antes, estudou os ângulos e a luz. No dia do casório, o noivo colocou 3 câmeras no tripé com foco manual e disparo remoto. Fez uma marcação no chão para ele, noiva e o ministro (celebrante). A neve, que eu havia citado acima, ajudou nessa marcação. ;-)

Adriano conta que durante a cerimônia fez três mudanças de posição das câmeras para capturar ângulos diferentes. E mesmo com todo esse planejamento e disciplina é possível perceber nas imagens que ele ainda conseguiu viver o seu momento como noivo e com muita emoção, a uma temperatura de -1ºC.

“Meu maior medo era da câmera congelar porque eu nunca tinha fotografado no frio.”
— ADRIANO CARDOZO




E o que eles nos deixa como lição? 

Com um sonho na cabeça, estudo, trabalho duro e planejamento você consegue realizar tudo.




Você pode conferir o casamento completo clicando aqui para acessar o blog do fotógrafo Adriano Cardozo.

Fotos: Adriano Cardozo